domingo, 16 de maio de 2010

EXPLORAÇÃO MINERAL/ COMO AVALIAR RESERVAS MINERAIS

AVALIAÇÃO DE UMA RESERVA MINERAL

Fora da área técnica entende-se por exploração de uma jazida mineral como a fase de extração do bem mineral em si. No entanto, formalmente, a exploração ocorre antes mesmo da fase de desenvolvimento da mina. Após a descoberta da mineralização, na fase de pesquisa, prossegue-se uma etapa de estudo do pontencial daquele corpo ou jazida mineral. Esse estudo ou análise leva em conta muitos dados coletados durante a fase de pesquisa a respeito do minério, posições geograficas e topográficas do corpo ou corpos, etc. Mas a finalidade é detalhar ao máximo possível as condições que dão suporte aos trabalhos de abertura da mina ou a conexão do corpo com o exterior.

Para obter informações detalhadas de exploração, de uma determinada jazida mineral, é necessário realizar procedimentos de quantificação da reserva encontrada. Dentre os processos para avaliação da jazida está a confecção de malhas de sondagem, bem como os trabalhos de perfuração de poços. Veja o exemplo abaixo, a área mineralizada (um placer metálico) é enquadrada numa malha de perfuração, com dimensões concordantes na qual podem ou não ultrapassar a área especifica estudada.


A ocorrência de metais em ambiente secundário é mais freqüente nas margens dos rios ou cursos d’água. É comum uma ocorrência de areias nas partes rios (convexas) nos períodos de vazante. A diferença entre as praias puramente arenosas e os placers reside, principalmente, na presença de teor metálico que esses últimos apresentam.

Nas curvaturas dos cursos d’água onde a força centrífuga atua, a margem côncava é a que sofre maior ação erosional das águas. As partículas mais leves tendem a sofrer maior deslocamento pela força centrífuga e tendem a se depositar em pontos mais afastados da margem convexa. O contrário se dá com partículas possuidoras de maior teor metálico, já que são mais pesadas. Estas tendem a se depositar junto à margem direita, nas seções A-B, D, F-G e H-I, e na margem esquerda nas seções B, D-F e G-H.

Nesse caso em especial, poderemos tomar a concessão obtida pela empresa de mineração, interessada, como uma jazida de caráter aluvial, natureza secundária do ponto de vista geológico.

Após verificados a média dos teores de cada amostra dos respectivos poços/seção, a média da profundidade dos poços de cada seção, e calculados a área em metros quadrados e o produto gerado, dá-se inicio a seguinte computação:


1. CÁLCULO DO TEOR MÉDIO DA JAZIDA

Dados na tabela:

Seção/ ------ Área (m²)/ ------ Teor (%)/ ------ Produto (m² g/ton)

B/ ------ 238,0/ ------ 0,11/ ------ 26,18

D/ ------ 216,0/ ------ 0,30/ ------ 64,80

F/ ------ 210,0/ ------ 0,08/ ------ 16,80

H/ ------ 218,0/ ------ 0,05/ ------ 10,90

Total ------ 882,0/ ------ ------ 118,68


1.1. Teor médio das seções

Calcula-se o (Tm) teor médio da jazida mineral a partir da (∑ TxP) ponderação da somatória das seções multiplicadas entre o teor de cada poço e o seu respctivo produto ou amostra gerados. A totalização dessa somatória deve ser separada pelo total dos produtos gerados de cada poço ou seção (∑ P).

Tm = ∑ TxP / ∑ P

Onde T é o Teor da seção e P corresponde ao produto originado pelo Teor vezes a Área da seção.

1.2. Teor médio da jazida


Tm = P : A

Então,

Tm = 118,68 m² g/ton : 882 m² = 0,13 g/ton


2. CÁLCULO DO VOLUME DA JAZIDA

V = D / 2 (A + 2C + 2E + 2G + I)

onde V corresponde ao volume e D à distância entre as seções
Portanto,

V = 30 / 2 (230 + 2 x 210,6 + 2 x 202 + 2 x 260 + 80)


V = 15 (230 + 421,2 + 404 + 520 + 80)

V = 15 x 1.655,2

V = 24.828 m³


3. CÁLCULO DA MASSA DA JAZIDA

M = d x V

Onde: M é a massa da jazida, d é a densidade e V o volume.

Dada a densidade (d = 2,2 ton/ m³), podemos obter:

M = d x V
M = 2,2 ton/m³ x 24.828 m³
M = 54.621,6 ton


4. CÁLCULO DE ENCERRAMENTO - RESERVA

R = M x Tm


A partir dos resultados obtidos nas questões anteriores, podemos obter a reserva:

R = M x Tm
R = 54.621,6 ton x 0,13 g/ton
R = 7.100,81 g

4 comentários:

  1. Como faço ou quais são os procedimento para o calculo do teor no depósto secundário de diamante...

    ResponderExcluir
  2. Como faço ou quais são os procedimento para o calculo do teor no depósto secundário de diamante...

    ResponderExcluir
  3. Excelente explicacao. Gostaria de saber como caalcular teor medio de deposito?

    ResponderExcluir
  4. Quero saber a diferenca entre avaliacao,classificacao e quantificacao de reservas minerais? Tenho defeza de fim do curso estou a fazer o curso de minas estou no 12° ano Ensino medio

    ResponderExcluir